Como A Timidez Atrapalha No Aprendizado De Línguas?

25.2.11 0 Comments

Há pessoas que duvidam quando professores dizem que simplesmente não existe pergunta boba, mas quando a matéria é língua estrangeira isso é extremamente verdadeiro. 

Afinal de contas não estamos falando de exatas e se você não tiver coragem de fazer sua pergunta boba como é que você irá tirar sua dúvida?



É por essa razão que a timidez atrapalha na hora de aprender uma outra língua e não digo isso somente daquelas pessoas que são naturalmente tímidas em todas as áreas da vida delas (obviamente para elas será mais difícil fazer perguntas ou fazer conversação em sala de aula) mas falo também daquele indivíduo que só é timido na sala de aula. Aquele que “empaca” quando é preciso tirar uma dúvida ou pior, quando é preciso interagir com outros alunos.

O que mais contribui para essa “paralização” das pessoas mais atrevidas ao falar outra língua é puro medo... Medo de errar, de ser zombado por falar errado e às vezes até de acertar o ritmo da frase ou falar a palavra certinho na outra língua na frente dos colegas de classe!  Então podemos dizer que há pessoas que possuem até medo de serem bem sucedidos ao falar outra língua.

Mas como fazer para quebrar esse ciclo de silêncio... Primeiramente é preciso saber qual sua motivação para aprender uma segunda língua, pois a partir do momento que você levar em consideração o porquê desse processo ser necessário na sua vida você irá se esquecer um pouco dos outros a sua volta (e o que eles pensam ou deixam de pensar) e passar a se concentrar em duas coisas: no seu objetivo final e na recompensa que você conquistará ao ultrapassar o obstáculo da timidez.

Você está aprendendo inglês, espanhol, alemão ou seja lá que língua por um motivo e é preciso ter determinação e força de vontade para alcança-lo. Se isso envolve vencer a timidez em sala de aula para ser bem sucedido, você tem que fazê-lo.

Depois de entender que estudar tal língua é somente um dos passos que você deve completar é preciso entender que conversação é estritamente necessária para o aprendizado de línguas e ela inclui fazer perguntas, repetir palavras e frases, saber usar a sua intonação.

 É preciso ouvir sua voz para você internalizar uma outra língua assim como é preciso interagir com os outros para você colocá-la em prática. Jamais subestime o poder da sua voz ao aprender outro idioma.

Então da próxima vez que você tiver vergonha de fazer aquela “pergunta boba” tome coragem e a faça, pode ser que ela nem seja tão boba quanto você pensa.

Melissa

Poliglota, expatriada, cabeça-aberta, curiosa sobre tudo relacionado a idiomas.