Qual A Satisfação Em Aprender Outras Línguas?

Anteriormente falamos sobre as vantagens de aprender outro idioma, no entanto mesmo com essas vantagens evidentes, ainda ha aquelas pessoas que consideram aprender outra língua uma verdadeira chatice e ainda por cima como uma atividade sem muitos fins. 

Como se não houvesse nenhuma satisfação derivada desse tipo de atividade (além de uma possível promoção de emprego).



O que devemos entender é que a promoção é somente um dos muitos benefícios que resultam do aprendizado de outro idioma e que há outros motivos que podem satisfazer um indíviduo que se aventura nessa área de conhecimento de maneira mais profunda. Abaixo alguns deles:


Entender a sua língua nativa melhor: 


Primeramente é obvio que devemos ter um mínimo de conhecimento gramatical antes de nos aventurarmos em outra língua. Mas a partir do momento que se conhece outro idioma, passamos a olhar a nossa própria língua de maneira diferente.  Esse processo de entendimento do idioma nativo é algo inevitável e literalmente um “caminho sem volta”.

Depois de aprender e comparar outras línguas é comum  ficar chocado com certos aspectos do português e a refletir sobre os mesmos. Alguns deles bobos, porém divertidos, tais quais, a quantidade enorme de acentos em português (algo que nunca nos damos conta antes de aprender inglês, por exemplo) ou a falta de separação de sílabas em textos na língua inglesa comparado com textos em português e até mesmo o sons de algumas palavras que nunca pensamos ser engraçadas e que depois de um pouco de reflexão nos fazem rir. Ademas passamos a entender mais sobre a gramática nas duas línguas, na nativa e na língua alvo.


Entender aquele seu filme estrangeiro preferido ou ler aquele livro ou poesia na língua original: 


versões não são o mesmo que o original... você já deve ter percebido isso ao ouvir uma música em inglêsque teve sua versão feita em português, por exemplo. Isso acontece pois metade da música perde seu sentido e conteúdo original quando transformada em versão.

Embora existam traduções e tradutores de livros estrangeiros consagrados no Brasil, há certas coisas que não podem ser traduzidas sem perder o contexto e ou conteúdo e a idéia que elas pretendiam passar inicialmente. Não há nada como o original e a imensidão de cultura (sem contar o vocabulário) que pode ser transmitida através desses textos, musicas e etc  é algo quase inexplicável.


Entender melhor a cultura de outro país: 


Quando aprendemos as mudanças gramaticais e de tipo de vocábulo usado para expressar idéias similares em diferentes línguas, passamos a entender mais sobre a cultura daquele país. Entre alguns exemplos podemos citar, o uso de pronomes em determinados idioma podem indicar (e geralmente indica) o quanto de educação é esperado em conversações informais e formais, a quantidade de diferentes gêneros de substantivos utilizados podem nos revelar se a cultura daquele país é relativamente machista ou ainda ao comparar duas estruturas gramaticais diferentes que possuem significado semelhante em dois idiomas entenderemos como aquela população compreende o mesmo ato, fato ou acontecimento descrito por aquelas frases.

Enfim, aprender outra língua é realmente uma  “viagem” interna que ajuda a absorver os valores de uma nova cultura. Quanto mais aberto se estiver para receber essas informações culturais, mais efetivo será o aprendizado do idioma.

Melissa

Poliglota, expatriada, cabeça-aberta, curiosa sobre tudo relacionado a idiomas.